Publicado por el

Como fazer a sua viagem de esqui.

(Ir al post en castellano)

Estes são alguns conselhos para que desfrutes das tuas férias na neve.

1. Treinar. 

Deves praticar algum tipo de desporto durante todo o ano, para que possas manter a tonicidade muscular, a flexibilidade e a agilidade. Desta forma poderás aproveitar ao máximo os teus dias a esquiar.
Lembra-te que o exercício deve obedecer ao princípio da progressão.  Se não fazes exercício nas últimas semanas, começa com calma. Se não fazes desporto no dia a dia, começa por caminhar e alterna com umas corridinhas para aqueceres.
Para que te possas fortalecer recomendamos:
- Agachamentos, principalmente as isométricas apoiando as costas na parede. Vai aumentando o tempo que em que te manténs nesta postura. Para aumentares a eficácia do exercício podes utilizar um peso ou um elemento instável, como uma fitball.
- Lunges, com repetições sobre uma perna, alternando ambas, com ou sem peso. Começa com um número de repetições baixo e vai aumentando no decorrer dos dias de treino.
- Isquiotibiais e glúteos, região lombo-sagrada.
-Adutores e abdutores. O lunge lateral é um exercício interessante que potencia o rendimento muscular do trem inferior. Através desta foto é possível observar uma das ocasiões em que se necessita ter esta musculatura tonificada.

- Trabalha os teus abdominais, sobretudo os oblíquos. Eles são importantes estabilizadores no momento em que tenhas de girar.

Será ideal que faças um treino global, procurando exercícios que exercitem o maior número de músculos possível. Combina o treino de força-resistência com a atividade cardiovascular. E por último, faz alongamentos todos os dias para te ajudar a ganhar força e a evitar lesões.

Ve a o post: Treino para esquí. 

2. Seleção de destino.

Há demasiadas variáveis a ter em conta: obviamente que, o tempo disponível, os meios de transporte, as recomendações dos amigos, etc. No entanto, e esta é uma opinião pessoal, esta seleção deve ser a melhor possível tendo em conta o estado da neve e as condições atmosféricas.

Há que valorar, se vale a pena destinar algum dinheiro para fazer uma viagem, num destino com pouca neve e de má qualidade. Para mim o mais importante é a qualidade da neve. Um recurso que utilizo muito é o twitter. Através das pessoas que estão a esquiar, consigo informação do estado da neve em tempo real.

É importante saber quando caiu o último nevão, quantos centímetros de neve caíram, que tempo vamos ter... Sem dúvida, mais importante do que o preço de hotel, visto que se pode encontrar muitas ofertas na net mesmo em cima do joelho. 
Convém não esquecer também, que a maior parte das vezes é mais barato um regime de meia pensão, do que um apartamento onde se faz um macarrão quando se chega esgotado.
 

3. Equipamento

Quatro ou cinco dias intensos de esqui requerem inspecionar todo o equipamento com antecedência, comprovando o estado  dos cantos, solas. Talvez não nos recordemos que no último dia da temporada anterior, entrava água na bota ou que a fixação saltava. Inspeciona os bastões, as cremalheiras do casaco, etc.

Uma vez que os esquis/snowboard passaram pela oficina e estão afinados e encerados, prepara-os para a viagem. Se vais de avião, protege com toalhas os cantos antes de meter os esquis no saco. Se os levas no porta-esquis do carro, pensa que o sal que põem para evitar o gelo nas estradas, os óleos e a sujidade, provocam corrosão nos cantos. Eu utilizo uma cera mole para transportá-los e protegê-los. Atenção: Levar os esquis no habitáculo do carro sem saco de proteção implicada uma multa em Espanha. 

Quanto à roupa, possivelmente necessites de uma máscara de neoprene se vais estar próximo de um glaciar esquiando ou a mais de 3000m de altitude. Tem em conta a secagem das botas e luvas, de um dia para outro... mas não os coloques sobre o aquecedor. Compra um secador de botas que custa entre 40-50 euros, ou mete papel de jornal ainda que possa manchar o calçado.

4.Comida para levar.

Podes ter um orçamento folgado, mas a relação qualidade-preço numa estância de esqui peca pela sua ausência. Uma família pode poupar muito dinheiro levando barritas energéticas e chocolates se vai de carro.
Se alugas um apartamento/aparthotel, podes organizar refeições equilibradas, que não estejam só baseadas em hidratos de carbono como o mítico esparguete. Deves procurar comer reguladores como saladas variadas, verduras que possas levar num tupperware se viajas de carro, assim como fruta. Hidrata-te bem durante todo o dia, porque se no fim do dia bebes umas cervejas com álcool, acabarás ainda mais desidratado. Não esquecer de incluir proteínas durante estes dias.
Apesar de que nesta vida o que costuma funcionar é o método ensaio-erro, espero que estes conselhos vos possam servir de ajuda.

Encontraremo-nos nas montanhas!

(Mi agradecimiento a Carla Monteiro por su ayuda en la traducción de este post. Eu aprecio seu apoio para Carla Monteiro traduzir este post).

Etiquetado en: Espanha san isidro ski viagem
Calificar el artículo:

Ski Vegarada es tu taller de reparación de esquís en León capital con Skiman Profesional. No te muevas de casa, te recogemos el equipo. A Skivegarada é uma oficina de reparação de esquis, situada em Léon. Os nossos serviços incluem a recolha do material de esqui a reparar, no hotel onde estiver hospedado.

Comentarios

Últimos mensajes en los Foros de Debate